O choque da demissão pode servir como uma oportunidade para reinventar a carreira

05/05/2015

O choque da demissão pode servir como uma oportunidade para reinventar a carreira

Entender o mercado e planejar mudanças deve ser o primeiro passo do profissional, avalia consultor

 

Bernt Entschev

Precisamos entender o momento atual do mercado. Apesar de estarmos vendo – até com bastante frequência – notícias desanimadoras sobre a economia em 2015, é preciso deixar claro que a situação não é alarmante neste nível. Existem mercados em retração, como eu mesmo já falei aqui, mas também há setores em pleno crescimento.

Mesmo assim, há organizações demitindo, e isso afeta os profissionais, ainda que seja possível tirar coisas boas da situação. Digo isso porque o choque da demissão provoca em alguns profissionais o desejo de fazer algo que os realize. Se este é o seu caso, você precisa pensar um pouco no que é necessário fazer antes de correr atrás dos seus sonhos.

Entender o mercado e planejar mudanças

Diante do desligamento, o choque pode ser paralisador, mas precisamos estar conscientes de que isso pode acontecer com qualquer um que trabalha. Para o profissional que foi demitido e resolveu aproveitar o momento para reinventar a própria carreira, é necessário estudar o mercado e, com base nisso, planejar as próprias ações.

O profissional precisa saber das previsões econômicas para saber se o investimento desejado trará o retorno esperado; precisa saber exatamente quanto vai custar a si o turnover de carreira; precisa saber quanto tempo levará e, é claro, se ele está pronto para isso. Serviços de coaching e counseling podem ajudar muito na tomada de decisões.

Antes de planejar, no entanto, é preciso estar consciente das possibilidades. É necessário saber quanto dinheiro poderá se investir na mudança, se está preparado, se o projeto é rentável e em que tipo de qualificação precisará investir. Ter vontade é apenas o primeiro passo. É preciso ser racional a partir de então.

Visão de carreira em longo prazo

O seu objetivo é útil para o mercado? Por quanto tempo? Se a resposta for menos que “muito útil” ou que “por muito tempo”, não vale a pena investir. A segurança do negócio é o primeiro ponto a ser levado em consideração ao apostar numa mudança de carreira. Faça um estudo de mercado e da relevância do serviço que você pensa em oferecer pelos próximos dez anos, pelo menos, e aposte de forma segura.

Outro ponto fundamental é a qualificação. Você já tem a qualificação necessária para se inserir no novo mercado? Se não, é hora de investir em si mesmo. Afinal, a qualidade do serviço oferecido é definitiva para o sucesso ou o fracasso de seus planos. Serviços de aconselhamento de carreira podem ser extremamente úteis neste caso.

Reinventar a própria carreira diante de uma demissão é fazer do limão uma limonada. E os profissionais realmente precisam estar preparados para situações como esta. Não há fórmula mágica para fazer dar certo, nem atalhos que facilitem o processo, mas uma mudança bem estudada e com o grau certo de investimento não guarda muitas possibilidades de fracasso.

Quer mudar? Vá à luta, mas não espere resultados milagrosos. Afinal, independentemente do ramo de atuação, o que conta mesmo é o esforço e a competência.

A NOTÍCIA