Dicas Para Melhorar A Busca De Emprego

29/03/2016

 

  

Procurar emprego é um emprego de período integral e exige muito empenho e constate atualização com as tendências do mercado. Aqui vão algumas dicas que podem melhorar sua busca por uma nova oportunidade de carreira

 

Procurar emprego é um emprego de período integral e exige muito empenho e constate atualização com as tendências do mercado. Aqui vão algumas dicas que podem melhorar sua busca por uma nova oportunidade de carreira

 Estabeleça uma rotina e não saia dela. Tenha um horário de expediente para procurar emprego. Prepare um lugar em casa, com telefone e computador (se possível) e defina objetivos diários a atingir: enviar tantos cvs para empresas de determinado setor, entrar em contato com pessoas que podem efetivamente lhe ajudar de imediato; verificar formas de ampliar sua rede de contatos, etc. Mesmo sem sair de casa, comporte-se como se estivesse trabalhando. E encare a busca por emprego como uma atividade comercial, em que você procura clientes interessados num “produto” específico – você. 
· Mantenha a forma. È claro que se estiver desempregado, será difícil gastar com academia de ginástica, cabeleireiro, etc. Mas, você pode fazer caminhadas todas as manhãs, antes de “pegar no batente” para procurar emprego. E exercitar-se em casa mesmo, no fim do dia. Quanto ao vestuário, não é preciso usar grifes para apresentar-se bem. Roupas adequados ao seu tipo físico e ao ambiente de trabalho são mais do que suficientes para garantir o item “boa aparência”. 
· Leia muito. Se tiver acesso à internet, procure informar-se sobre economia e política, lendo os principais portais. Tendências sobre o mercado de trabalho também podem ser obtidas na rede. Mas você também deve ler livros sobre assuntos de seu interesse – e não precisam necessariamente vincular-se a interesse profissional. A leitura ajuda ao profissional manter a cabeça estimulada num momento tão delicado da vida.A leitura também enriquece seu vocabulário. 
· Use o telefone sem medo. Muita gente já perdeu excelentes oportunidades porque sentiu-se envergonhada de ligar para determinadas empresas. Não entre nessa. Melhor do que env
iarcurrículo é conversar diretamente com quem decide, seja o recrutador, seja o responsável pela área que tem a vaga em aberto. Assim, por meio de sua rede de contatos, vá angariando nomes de profissionais que podem lhe dar outras indicações. Uma hora, você acerta. 
· Freqüente cursos e eventos. Tudo bem, não estamos falando de eventos e cursos pagos. Mas há sempre uma série de seminários e palestras grátis que lhe dão oportunidade de ampliar sua rede de contatos e de manter-se atualizado sobre uma série de temas. Não deixe de freqüentá-los. 
· Diga sempre “obrigado pela atenção. Você conversou com a recepcionista de uma empresa? O chefe do departamento de pessoal? O diretor da área onde pretende trabalhar? Agradeça a cada um a atenção dispensada. Não importa a hierarquia, o agradecimento é fundamental. E abre muitas portas. Você poderá verificar da próxima vez que precisar entrar em contato esta empresa. 
· Faça anotações. Participou de uma entrevista? Anote em uma agenda ou caderno de notas o dia da entrevista, com quem conversou, o que conversaram e suas impressões sobre a conversa. Entrou em contato com alguém da sua network? Proceda da mesma maneira. Anote dia e hora do contato, o que conversaram e o resultado obtido. Em pouco tempo, você terá a “memória” da sua busca de emprego para poder planejar melhor suas próximas ações. 
· Faça trabalho voluntário. O Brasil já está cheio de oportunidades no chamado Terceiro Setor. Com isso, você ocupa parte do seu tempo e desenvolve algumas habilidades, além de prestar um serviço relevante para a sociedade. 
· Esteja sempre pronto para o imprevisto. A oportunidade pode aparecer até mesmo num encontro informal. Esteja preparado para “agarrá-la”.

Hoje em dia o que precisamos ter para conseguir emprego são os dois Q.I., (inteligência e a pessoa quem indica ), por isso é importante fazer network e aumentar cada vez mais essa rede de relacionamentos .

 

Autor: Carlos Renato - renato.consultor1@hotmail.com