Brasil: 50,7% dos executivos gostariam de mudar de emprego em 2012

06/12/2011

Brasil: 50,7% dos executivos gostariam de mudar de emprego em 2012


Um levantamento realizado pela Michael Page International revelou que 50,7% dos executivos brasileiros gostariam de buscar novas oportunidades no mercado em que já atuam no próximo ano.

Outros 43,5% disseram que gostariam de arrumar outro emprego em um setor diferente onde trabalham atualmente. Apenas 37,7% informaram que pretendem acumular experiência na mesma empresa em que estão empregados.

Nacionais x multinacionais
Ao analisar as respostas de executivos de empresas nacionais e multinacionais, as respostas são diferentes. Para 50,8% dos respondentes de companhias brasileiras, acumular experiências no mesmo local de trabalho e cargo é mais importante do que buscar novas oportunidades em um mesmo setor (43,1%).

Já nas empresas estrangeiras, a situação é contrária: 57,5% gostariam de sair da empresa em 2012 e 26% permaneceriam como estão atualmente.

Segundo o estudo, isso ocorre pelo momento econômico mundial e pela estrutura matricial e tradicional das empresas estrangeiras, que acabam por reduzir a autonomia de seus executivos locais em momentos econômicos mais instáveis, o que gera uma insatisfação um pouco maior.

Estudos
A pesquisa questionou ainda sobre o aperfeiçoamento acadêmico. No geral, 32,6% pretendem investir na própria educação. Entre as empresas brasileiras, o indicador é de 36,9%, enquanto nas multinacionais é de 28,8%.

Sobre a pesquisa
O estudo, denominado Perspectivas Econômicas e de Investimentos para 2012, contou com a participação de mais de 500 executivos dos mais altos níveis hierárquicos em empresas de diversos portes e setores no País. A pesquisa foi realizada entre os dias 25 de outubro e 5 de novembro deste ano.