Descubra a provável causa de você ainda estar desempregado

27/06/2017

Você já passou por algumas (muitas) entrevistas de emprego, não foi contratado e a pergunta que não quer calar ronda sua cabeça: por que não fui contratado? Qual será que foi o motivo de não ter conseguido passar? É…essa pergunta nem sempre tem respostas.

Muitos acreditam não passar na entrevista por causa da dinâmica de grupo. Alguns acreditam não passar por causa da pergunta feita em relação aos defeitos. Já outros acreditam não passar por que o recrutador não gostou deles. Enfim…cada pessoa tem seus motivos para acharem o porquê de não terem sido escolhidos. O fato é que raro são os recrutadores que dão um feedback após a entrevista e, quando dão, dizem apenas que o candidato não se encaixou na vaga ou que quem foi contratado é mais qualificado e se encaixou melhor na vaga.

A provável causa de você não ser contratado

Os recrutadores priorizam e buscam candidatos que possuam afinidades com a cultura da empresa (apesar de ainda haver recrutadores que contratem por causa das habilidades técnicas). Para que você entenda melhor, cultura são os valores e comportamentos de uma organização. Possuir afinidades com a cultura é essencial para que se possa haver uma boa adequação ao ambiente, realizar um ótimo trabalho e criar um clima harmonioso.

Na entrevista de emprego, o recrutador encontra as afinidades quando você fala sobre si mesmo e sua vida, quando fala sobre sua trajetória profissional e durante a dinâmica de grupo.

Então se você ainda está desempregado é por que, provavelmente, o recrutador não encontrou afinidades entre você e a cultura da empresa.

A afinidade cultural também envolve o estilo de trabalho, a personalidade, a reputação, as preferências…etc. Você ter afinidades com a cultura da empresa significa ter uma longa parceria de trabalho. Mas não pense que é fácil para os recrutadores encontrar essa afinidades, pelo contrário, é bem difícil e tem tirado o sono de todo recrutador.

Para saber se você possui afinidades ou se quer criá-las, procure saber sobre…

 A empresa;
 Seus valores, missão e visão;
 Sua reputação;
 As normas e as regras;
 As pessoas que lá trabalham;
 O ambiente de trabalho;
 O estilo da empresa.

* Vá as empresas, converse com quem lá trabalha, observe como as pessoas se comportam, o estilo de trabalho e como funcionam as regras e normas. Pesquise também no Facebook, LinkedIn e no Google.

Facebook, LinkedIn, Google

São nestas três redes que os recrutadores mais buscam informações necessárias sobre os candidatos. Portanto, é você buscando informações e conhecimentos sobre as empresas para saber se possui afinidades com a cultura e as empresas buscando informações e conhecimentos atrás de afinidades entre você e a cultura. Então, cuidado com o que posta, comenta e compartilha nas redes, os recrutadores estão de olho.