Empatia: segredo de um relacionamento saudável e duradouro

16/08/2017

 

 

Partindo do princípio de que nós, seres humanos, não somos feitos para ficarmos sozinhos e de que somos seres coletivos e vivendo em sociedade, precisamos de pessoas ao nosso redor para nos relacionarmos e para atingirmos nossos propósitos.

Por mais que você tenha a necessidade de, na vida pessoal, estar sozinho com seu eu e com sua liberdade, em algum momento terás a necessidade de se relacionar com alguém, terás a necessidade de conversar e terás a necessidade de dividir as alegrias, as felicidades, as tristezas, as angustias e as dúvidas. Assim como terás a necessidade de ter pessoas ao seu redor para que consigas atingir seus propósitos pessoais.

Já em se tratando de vida profissional, estar sozinho é praticamente impossível: você precisa trabalhar em equipe, precisa de clientes para que o empreendimento tenha sucesso, precisa de um empregador para conseguir um emprego e precisa de pessoas para lhe ajudar a atingir os propósitos profissionais.

Resumindo: Você precisa de pessoas ao seu redor mesmo que tenha a necessidade de estar sozinho.

E para que você tenha relações saudáveis e duradouras com as pessoas é fundamental desenvolver a empatia. A empatia rege as relações interpessoais na vida pessoal e profissional.

A empatia é a capacidade de sentir e compreender as emoções e os sentimentos de outras pessoas ao se colocar no lugar delas.

Todas as ações realizadas por você causam algum tipo de impacto, seja positivo ou negativo, consciente ou inconscientemente nas pessoas, podendo causar desde um certo desconforto a um afastamento. Por isso é muito importante sentir e compreender as emoções e os sentimentos de outras pessoas.

Para muitas pessoas, se colocar no lugar de outrem é bem difícil por não saberem como agir. Já para muitas outras, se colocar no lugar de outrem é desnecessário por acharem que não faz diferença dentro de uma relação. O fato é que se colocar no lugar de outras pessoas não só bom para o relacionamento e para elas. É bom para você mesmo, pois você vai se sentir mais seguro e mais confiante ao lidar com as mais diversas situações.

Dicas para desenvolver a empatia:

1. Se autoconheça

O autoconhecimento facilita o sentir e a compreensão acerca dos sentimentos e das emoções das outras pessoas.

2. Seja flexível

Ter uma mente aberta leva a uma melhor compreensão das razões pelas quais as emoções e os sentimentos das outras pessoas se manifestam nas mais diversas situações.

3. Se faça perguntas antes

Antes de tomar alguma atitude ou de dizer algo, se pergunte antes:

– “Como eu reagiria?”
– “Quais as emoções e os sentimentos que eu teria diante de tal atitude ou diante de tais palavras?”
– “Haveria alguma consequência boa ou ruim?”
– “Quais??”

4. Coloque-se sempre no lugar do outro

Não faça aquilo que não gostaria que o outro fizesse contigo, ou seja, é se colocando no lugar do outro para entender as consequências ruins das atitudes ou das palavras ditas.

5. Compreenda e respeite

Todas as pessoas reagem de maneira diferente, têm emoções e sentimentos diferentes nas mais diversas situações.

6. Esteja ciente de suas ações e suas consequências para as outras pessoas

Pense sempre em como as outras pessoas irão reagir as suas atitudes. Pensar só em ti é só em caso de não haver outras pessoas envolvidas.

7. Escute, compreenda, não julgue e não faça criticas destrutivas

Ter empatia envolve ter uma postura sensata, ter uma comunicação limpa, sem vícios de julgamentos e de criticas destrutivas, livre de preconceitos e longe do senso comum.

Lembre-se: desenvolver a empatia não é benéfico somente para as relações interpessoais, é benéfico também para nós mesmos.

 

 

 


Por: Franciane Nunes Paciência Torres