Veja 8 perguntas para se motivar no trabalho

22/01/2013

A competição no mundo corporativo criou uma grande exigência por profissionais constantemente motivados para conseguirem bater as metas propostas. Especialistas afirmam que há formas de cultivar a motivação diária, porém, também alertam que deve-se tomar cuidado com os exageros.

Flávia Lippi, coach e diretora-presidente do IDHL (Instituto de Desenvolvimento Humano Lippi), comenta que há uma "banalização" da palavra motivação. "Todo mundo preciso disso atualmente. Se você não está feliz em algum dia, parece que você está fora do planeta", comenta.

Ela explica que as pessoas têm três ciclos principais: de sobrevivência, prosperidade e frustração. Eles fazem parte do modo como a humanidade se organizou e de como o ser humano age, portanto, é normal ter momentos de picos ou quedas em cada ciclo.

Mas Lippi também ressalta que há formas de tornar os ciclos de frustração mais curtos e, assim, melhorar a motivação. "Nós podemos nos motivar quando estamos mais claros do que queremos fazer na vida", resume.

Veja abaixo oito perguntas elaboradas por Lippi que o próprio funcionário pode responder para descobrir se está em um bom caminho para manter a motivação em alta. Se a maioria das respostas for negativa, ela orienta mudanças de postura ou até de empresa.

1. Sua carreira é uma opção e não uma escolha de desespero?

2. Quem você é combina com o que você faz?

3. Quantos empregos diferentes você espera ter ao longo de sua vida?

4. Você vê oportunidades para progresso de carreira?

5. Seu salário condiz com seu desempenho?

6. Você tem programas de treinamento/desenvolvimento de excelência?

7. Você tem flexibilidade de trabalho?

8. Você se orgulha da reputação de seu empresa?

APROFUNDAMENTO
Para quem deseja se aprofundar na reflexão sobre sua motivação Lippi lista mais dez perguntas após as oito primeiras acima. Mas, antes dessas perguntas ela sugere uma preparação:

Passo 1. Esteja realmente aberto à mudanças. Aceite o fato de, algumas vezes, não compreender facilmente as questões. É natural questionar-se diante do novo.

Passo 2. Não siga uma ordem lógica das perguntas. Sua intuição é uma das ferramentas poderosas.

Passo 3. Caso não consiga, imediatamente, responder uma questão, dê-se o prazo de 3 dias para efetivamente obter a resposta. Deixe a pergunta em um local visível aonde você possa lembrar-se do quão está comprometido consigo mesmo.

Passo 4. Não julgue. Responda sinceramente com sua alma. Não conte mentiras a si mesmo.

Passo 5. Anote outras perguntas que venha ao seu coração e alma derivadas da pergunta que você escolheu responder.

Passo 6. Faça um pequeno diário de suas respostas e avalie o seu desenvolvimento.

Passo 7. Comente suas conquistas e compartilhe seu descobrimento. Assim o seu cérebro registra seu aprendizado e crescimento.

Passo 8. Dê-se um presente por cada conquista ou resposta que o conduziu a uma transformação profunda ou solução e insights.

Passo 9. Faça destas perguntas as respostas para o seu cotidiano.

Passo 10. Não se preocupe com as respostas. Se ocupe com as perguntas.

E finalmente as 10 perguntas:

1. Que ações são necessárias para transformar seu sonho em realidade?

2. O que você pode fazer e que se for bem feito, fará uma grande diferença em sua vida?

3. Como você descreveria sua agenda diária?

4. Como avaliar as consequências de cada ação em sua vida?

5. Como colocar ordem no seu dia a dia, de acordo com a importância das suas ações diárias?

6. Qual o seu problema atual?

7. O que está te causando problema agora?

8. O que está mantendo o problema da sua vida agora?

9. Quais habilidades você precisa agora para eliminar o problema atual da sua vida?

10. O que fazer para que o seu sucesso que tanto falam dependa só de você e seja mantido por você?

Fonte: Folha de São Paulo